Carreira

Em 2012 o CFA publicou a pesquisa intitulada “Perfil, Formação, Atuação e Oportunidades de Trabalho do Administrador”. A citada pesquisa, cujos resultados estão disponibilizados no site do CFA (www.cfa.org.br), apresenta as tendências do mercado de trabalho para a profissão de Administrador, levando em consideração a concepção dos Administradores, dos Empregadores e dos Professores.

Tanto no setor público quanto no setor privado as oportunidades são reais e o Administrador é cada vez mais requisitado. Para ilustrar melhor o quadro, podemos citar o número de empresas existentes no Brasil em 2005 e registradas nas Juntas Comerciais - divulgado no site (www.dnrc.gov.br) -, que totalizava 8.915.890 (oito milhões, novecentos e quinze mil, oitocentos e noventa) empresas.

É importante ressaltar que, mesmo existindo uma oferta considerável de cursos de bacharelado em Administração, mais de 2.000 (dois mil), é nítida a diferença existente entre a necessidade das empresas e o atendimento dessa demanda.

O Censo da Educação Superior de 2010, último realizado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP/MEC), demonstra que o curso de Administração ocupa o primeiro lugar em número de matrículas no ensino superior, com 846.493 alunos, superando os cursos como Direito e de Pedagogia. Tal demanda demonstra que o mercado de trabalho para o Administrador continua aquecido.