Gestão ambiental é área promissora para profissionais de Administração

 

 

“Gestão Ambiental - Campo de atuação para os administradores e tecnólogos” foi um dos temas da reunião da CFR do CRA-PA, realizada na tarde desta terça-feira, 13, no plenário do Conselho Regional. O tema foi amplamente debatido pela sua relevância e compromisso com a categoria profissional na abertura de novos campos de atuação para os profissionais de administração. 

No Debate, a Comissão apresentou um panorama da legislação brasileira sobre meio ambiente e dos caminhos que uma empresa percorre para conseguir, por exemplo, uma licença ambiental. “É importante o CRA esclarecer os administradores e tecnólogos em gestão ambiental a entenderem esses processos para atuar com maior eficiência no setor”, defende o coordenador da CFR e presidente do CRA-PA, Célio Lima. 

Ele explica, ainda, que a gestão ambiental é uma área carente de profissionais preparados. “A classe não está aproveitando esse espaço, que é tão rico e oferece muitas oportunidades. O administrador está omisso e a academia ainda não está empenhada em oferecer conteúdo sobre o assunto”, diz Célio Lima. 

Na área ambiental, o administrador pode, por exemplo, elaborar planos, projetos e manuais de avaliação, acompanhamento e fiscalização ambiental. Pode atuar não só na gestão ambiental de empresas, mas de empreendimentos também. Além disso, este profissional pode participar de auditorias e perícias ambientais, atuar na gestão de unidades de conservação, como Responsável Técnico, na elaboração de Cadastro Ambiental Rural (CAR), Plano de Gerenciamento de Resíduos de Serviços de Saúde - PGRSS, entre outros.

Os Administradores e Tecnólogos em Gestão Ambiental, devem ficar atentos a Lei Estadual nº 5.887/95, e a Lei Federal nº 6.938/91, que tratam sobre o Licenciamento Ambiental e definem os tipos de empreendimentos que devem ser licenciados e os procedimentos. Sendo que o primeiro passo é o cadastramento, o segundo passo a análise de projetos e o terceiro passo o licenciamento. As fases são a licença prévia, licença de instalação e licença de operação.    

Dentre os documentos para a licença exige-se a Anotação de Responsabilidade Técnica - A.R.T dos responsáveis pela elaboração e execução dos projetos e planos, registrados no Conselho de Classe. O CRA-PA registra o acervo técnico da pessoa jurídica e do profissional, expedindo a certidão de Anotação de Responsabilidade Técnica e certidão de RCA - Registro de Comprovação de Aptidão.   

Em 2009, o CFA aprovou uma resolução normativa - RN CFA nº 371 de 2009 - que dá competência ao administrador para coordenar, monitorar, inclusive participar de equipes multidisciplinares para avaliação ambiental. Então este profissional, por meio de norma, pela Lei 4769/65, tem toda a qualificação para desenvolver seu trabalho para o meio ambiente.  

Cabe destacar, que são quase quatro mil normas entre leis federais, estaduais e municipais, além de decretos, resoluções, que normatizam a matéria.

 

O estudante e o profissional de administração precisa ver que esse é um grande mercado, com excelente remuneração, que cada dia amplia mais para quem é qualificado, e tem uma coisa interessante: é um trabalho que você fica bem consigo e com a sociedade.