Ações da fiscalização do CRA-PA desencadeiam impugnações e autuações

    O CRA-PA solicitou a impugnação dos editais de licitação da Secretaria de Estado de Turismo - SETUR, Fundação de Atendimento Sócio Educativo do Para - FASEPA e do Núcleo Executor do Programa Municípios Verdes - NEPMV, os dois primeiros o objeto é a contratação de pessoa jurídica para prestação de serviços no campo da Administração e Seleção de Pessoal e o segundo Gestão Ambiental, campo de atuação privativo do Administrador que não exigia que as empresas licitantes sejam registradas no Conselho. Além disso, fiscalizou o Processo Seletivo Simplificado da Superintendência do Sistema Penitenciário - SUSIPE.

    Avaliando os editais foi identificado nos processos licitatórios prévia contratação de empresas, em desacordo com a Lei 4.769/65, ferindo o dispositivo legal que especifica quais empresas precisam ser registradas nos CRAs para exercerem legalmente suas atividades, bem como a comprovação da capacitação técnico-profissional mediante certidão de acervo técnico expedida pelo CRA.

    Outra ocorrência diz respeito ao processo seletivo simplificado da SUSIPE, o CRA-PA identificou conflito com as prerrogativas legais do Administrador no que diz respeito ao pré-requisito para a ocupação do cargo de Técnico de Administração e Finanças. O Órgão se defende alegando que o cargo compreende as áreas de graduação nos cursos de Administração, Ciências Contábeis, Estatística e Biblioteconomia e compõe o quadro de cargos de provimento efetivo, da Lei nº 8.322/2015, que aprovou sua reestruturação.

    Ações de Fiscalização

    Na condição de órgão consultivo, orientador, disciplinador e fiscalizador do exercício profissional, o CRA-PA efetua a fiscalização de editais, para garantir que estejam de acordo com a lei, evitando assim, que profissionais que não são graduados em Administração e não são registrados no CRA competente exerçam as funções pertinentes ao cargo de Administrador.

    O setor de Fiscalização CRA-PA, através de diversas fontes de pesquisas (denúncia, Diário Oficial, JUCEPA, Receita Federal, entre outros), instaura processos tanto de pessoa física como de pessoa jurídica, bem como acompanha todos os editais de concursos e licitações, que explorem atividades ligadas à ciência da Administração, a fim de identificar possíveis irregularidades.

    Preservar o exercício legal da profissão do Administrador é a prioridade do Conselho Regional de Administração do Pará. Atuando amplamente para que todas as atividades pertinentes ao cargo de Administrador sejam corretamente exercidas por profissionais qualificados

    “A ação de fiscalização do CRA-PA alcança qualquer tipo de empresa, seja pública ou privada e organizações com ou sem fins lucrativos. Essa atuação é fundamental para que o empregador e a sociedade tenham certeza de que as atividades de Administração e Gestão estão sendo exercidas por profissionais legalmente habilitados para tal”, afirmou o Adm. José Célio Santos Lima, presidente do CRA-PA

    EMPOSSADA A COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DO CRA-PA

    O Presidente do Conselho Regional de Administração do Pará, Adm. Célio Lima constituiu no dia 2 de agosto do corrente ano,  por meio da Portaria CRA-PA, Nº 024 /2017, a COMISSÃO DE DESENVOLVIMENTO PROFISSIONAL DO CRA-PA, tendo como objetivo incentivar e valorizar a participação dos associados nos programas de educação continuada, da Diretoria de Desenvolvimento Profissional e Social que contemplam a elaboração e realização de programas  e projetos voltados para a capacitação e inserção no mercado de trabalho dos profissionais registrados.

    Célio Lima ressalta a importância da Equipe de Desenvolvimento Profissional, “as ações que serão desenvolvidas por esses profissionais têm papel importante na consecução dos objetivos traçados no plano de trabalho do Conselho, sendo peça-chave no processo para buscar parcerias e implantação dos projetos de capacitação, pois é através dessa Equipe que as estratégias serão transformadas em programas que beneficiarão os associados.”

    A Comissão tem como principais atividades a articulação de parcerias, de convênios ou contratos com instituições de ensino e entidades públicas e privadas, que ampliem a participação dos Profissionais de Administração registrados no CRA-PA, em cursos, seminários ou similares no campo da Administração e nas atividades vinculados ao Sistema CFA/CRAs.

    A equipe da comissão é composta pela Adm. Marília Serrão, Diretora de Desenvolvimento Profissional e Social do CRA/PA, pela Adm. Gleicyane Suelen Silva da Silva e pelo Adm. Sidney de Assis Castilho Ferreira. “ Participar das atividades do nosso conselho, para mim, é de grande importância, pois estou tendo a oportunidade de aprender, a cada dia, com profissionais que já tem vasta experiência e são renomados no campo da Administração, eles não medem esforços para contribuir com nosso aprimoramento profissional”. Afirma a Adm. Gleicyane Suelen.

    O Adm. Sidney Ferreira observa que: “a criação da comissão servirá de ampliação de oportunidades dentro dos campos de atuação para os Administradores, Tecnólogos e Técnicos em gestão, proporcionando-lhes oportunidades para desenvolver suas competências e melhorar cada vez mais suas práticas administrativas”.

    A Adm. Marília Serrão ressalta que com essas medidas o CRA/PA, abre oportunidade para seus associados capacitarem-se continuamente, pois no que concerne aos profissionais de Administração, a atuação deve ir muito além das funções de planejar, organizar, dirigir e controlar, as exigências são muito maiores, busca - se de todas as formas o respaldo de seus atos nas competências e habilidades para o exercício da profissão.

    PL 439: guerra continua e administradores viram placar

    Após o “não” abrir frente de quase 10 mil votos, mobilização de profissionais da área favoráveis ao projeto conseguiu virada

    A consulta pública aberta pelo Senado Federal sobre o Projeto de Lei 439, que versa sobre mudanças na regulamentação da profissão de administrador, continua movimentada. Com mais de 100 mil votos registrados, enquete apresenta nesta quinta (06) placar favorável ao “sim”, que vinha perdendo para o “não” por uma margem de quase 10 mil votos até algumas semanas atrás.

    Profissionais de administração favoráveis ao projeto, no entanto, têm se mobilizado fortemente, chancelados pelos conselhos Federal e regionais da categoria, e conseguiram reverter o placar negativo. No momento do fechamento desta matéria, o “sim” vencia com 52.254 votos, ligeiramente à frente do “não”, que somava 52.108.

    A disputa em torno do PL tem colocado em lados opostos, principalmente, administradores e psicólogos. O projeto, na visão dos primeiros, atualiza a regulamentação da categoria e apara arestas deixadas pela legislação atual, que é de décadas atrás. Já os profissionais de psicologia alegam que a iniciativa restringe atividades que hoje são exercidas por eles, como funções na área de recursos humanos.

    O CRA-PA defende o projeto que é resultado de exaustivos estudos procedidos no âmbito do Sistema CFA/CRAs. O texto acrescenta ainda que "O PLS 439 está embasado na Lei nº 4.769/1965, que regulamenta a profissão de Administrador e, de acordo com a referida Lei, entre as áreas privativas deste profissional está a 'administração e seleção de pessoal', também compreendida como recursos humanos e/ou gestão de pessoas. Isto se comprova à medida em que atividades exclusivamente administrativas de qualquer nível gerencial são distribuídas sem qualquer medida comprovada de habilidades e de competências, atributos fundamentais para o exercício adequado dessas atividades e dessas funções. O resultado, é sempre um desempenho pobre.

    Para o presidente do CRA-PA, Célio Lima, o Projeto de Lei 439/2015 que dispõe sobre o exercício de atividades no campo da Administração tem gerado muitos paradigmas que demonstram o alto nível de desconhecimento sobre a legitimidade e a essencialidade da profissão enquanto Ciência que é. “Tal Projeto de Lei, sob este prisma, é vital sob dois aspectos: o primeiro, para atualizar a Lei nº 4769/65 que regulamenta o exercício da profissão de Administrador; e, o segundo, para garantir direitos e legitimar a classe de profissionais em Administração, confirmando sua essencialidade na gestão das Organizações e das sociedades”, enfatizou Célio Lima.

     

    A enquete do Senado é de caráter apenas consultivo e seu resultado, embora sirva para orientar os legisladores, não tem peso na decisão formal final, que será tomada em plenário através dos votos dos senadores. Para tanto, não deixe de votar a FAVOR do Projeto, faça a sua parte e fortaleça a nossa Classe.

    CRA-PA firma convênio com a JUCEPA para prevenir o exercício ilegal de empresas

    O Conselho Regional de Administração do Pará firmou, nessa sexta-feira (28), um convênio com a Junta Comercial do Estado do Pará para auxiliar a entidade na fiscalização da sua atividade profissional. Pela parceria, a Junta Comercial vai disponibilizar, por meio de acesso online, informações cadastrais de empresas registradas, cuja atividades econômicas estejam inseridas no campo privativo do Administrador.

     

    Esta parceria tem como objetivo prevenir e evitar o exercício ilegal de empresas que atuem na área privada da administração e otimizar os trabalhos da equipe de fiscalização do Conselho.

    A equipe de fiscalização do CRA-PA poderá acessar os dados cadastrais de empresas, como: o nome empresarial, CNPJ, NIRE, endereço empresarial, valor do capital, atividade empresarial, além do quadro societário. O convênio foi assinado pela presidente da Junta Comercial, Cilene Moreira Sabino de Oliveira, e o presidente do CRA-PA, José Célio Santos Lima. A Conselheira Regional Adm. Maria Emília Pinheiro Cunha, esteve presente, sendo uma das articuladoras da parceria.

    A presidente da JUCEPA, Cilene Moreira Sabino de Oliveira, destacou a importância do convênio para os administradores do estado. "Estamos disponibilizando uma nova ferramenta que permitirá uma maior agilidade no atendimento dos processos de fiscalização cadastrados na autarquia", afirmou, lembrando que a Junta Comercial já conta com diversas parcerias entre entidades e instituições do estado e que disponibiliza serviços online para os seus usuários.

    De acordo com o presidente do Conselho, Adm. Célio Lima, "este acordo fortalecerá as ações de fiscalização do Conselho, proporcionando uma maior eficácia no cumprimento de suas funções institucionais, mas acima de tudo irá trazer mais segurança para o cidadão paraense que utilizará os serviços de empresas geridas sob a responsabilidade técnica de um administrador profissional com formação e qualificação para bem gerir os recursos (humanos, financeiros e operacionais), visando a otimização e a satisfação do cliente."

     

    A fiscalização é um procedimento permanente do Conselho Regional de Administração do Pará, no exercício de sua função essencial, em atendimento à Lei nº 4769/65. Toda empresa que explora atividade do Administrador está obrigada ao registro e a contratar um administrador como responsável técnico. 

    ADMINISTRADORES E TECNÓLOGOS CAPACITADOS COMO FACILITADORES EM COOPERATIVISMO

    O Conselho Regional de Administração do Pará/CRA-PA, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo do Pará/SESCOOP-PA, realizaram, no período de 10 a 14 de julho de 2017, o CURSO DE FORMAÇÃO DE FACILITADORES EM COOPERATIVISMO, com o objetivo de capacitar Administradores e Tecnólogos em Gestão,

    CRA em defesa dos profissionais de Administração

    Os Editais de empresas e órgãos públicos que abrem vagas para cargos privativos do Administrador estão sob constante fiscalização do CRA-PA, para que não sejam ocupados por leigos ou profissionais inabilitados, colaborando assim para a melhoria da qualidade dos serviços públicos à medida que busca garantir que o cargo seja ocupado por profissional legalmente habilitado. A equipe de Fiscalização orienta as empresas e órgãos públicos desde o início do processo, para que os editais não sejam publicados em desacordo com a Lei 4.769/65, e, em caso contrário, toma as medidas necessárias para sua regularização. Esse acompanhamento se estende a todo o processo que vai desde a seleção até a convocação dos profissionais classificados.

    Diligências realizadas pela equipe de fiscalização do CRA-PA, fazendo gestão junto aos contratantes, resultou na nomeação dos candidatos classificados para o cargo de Administrador, junto a Prefeitura Municipal de Itaituba, fazendo valer os direitos destes profissionais adquiridos através do Concurso Público Nº 001/2013. A ação imediata do Conselho resultou na celeridade da convocação dos aprovados que já tomaram posse no referido cargo.

    Palestra do Curso de formação de supervisores e gerentes para o varejo

    Palestra Gratuita do lançamento do Curso de Formação de Supervisores e Gerentes, onde serão informadas as datas dos módulos e o investimento.

    Palestra: A Força da Inteligência para superar desafios.

    Data: 07/05 (sábado)

    Hora: 9hs

    Local: Auditório da Garantia Serviços, 79

    * Favor confirmar presença: (91) 99612-4000 (whatsapp) - Belém/Pa

    ENBRA 2016

    XXV Encontro Brasileiro de Administração - ENBRA

    Este ano, o maior evento da área no país será realizado na capital mato-grossense, Cuiabá. O XXV ENBRA acontece entre os dias 14 e 16 de setembro e tem como tema central “O impacto das mudanças nas organizações”. Para garantir sua vaga, clique aqui e faça a inscrição.

    CONNA 2016

    8º Congresso Norte e Nordeste de Administração - CONNA

    Iniciou ontem, 02 de setembro, o 8º Congresso Norte e Nordeste de Administração – CONNA, na cidade de Belém/PA, e segue até o dia 04 de setembro, com o tema “Empreendedorismo, Marketing, Gestão, Vendas e Inovação: qual a importância desses pilares para uma boa administração?”. Nos dias 02 e 03 de setembro acontecerá no Centro de Convenções e Feiras da Amazônia – Hangar, e no dia 04 de setembro, as palestras que encerram o evento serão no Shopping Bosque Grão Pará, sediando assim, o “maior congresso da área da Administração da Região Norte”.

    A abertura do congresso contou com a apresentação feita por Klauss Durães, empresário e ilusionista, chamando para compor a mesa o Adm. Klellyson Costa – Presidente do CONNA -, e o Adm. Nelson Oeiras Cardoso – Conselheiro do CRA/PA. O Adm. Klellyson Costa manifestou sua satisfação por ver que o “CRA/PA abraça a causa e apoia o evento”, destacando que “todo bacharel formado deve se registrar no Conselho”.

    Dadas as boas-vindas aos congressistas vindos das mais diversas localidades das regiões Norte e Nordeste, o Adm. Nelson Cardoso prosseguiu com a palestra de abertura com o seguinte tema: “O Administrador: habilidades e competência”. O palestrante enfatizou que o “administrador tem que ser um expert, que não basta apenas entrar numa academia, só estudar e agregar conhecimento com prática, mas é necessário o embasamento das duas (habilidades e competência) acompanhadas, pois só assim, teremos êxito no nosso objetivo”. Salientou também que “o mercado de trabalho precisa do profissional inovador que aceita e abraça a causa”. O Adm. Nelson Cardoso também discorreu sobre o papel do administrador, o qual deve ter visão do todo, ser hábil na formação e coordenação de equipes, ter capacidade de formular e implementar soluções, ter o inglês como o segundo idioma, contar com pelo menos uma especialização em seu currículo; marcando ainda com o pensamento de que não se deve correr atrás, pois quem fica atrás é um dos últimos, mas que sempre se deve correr à frente, e ser sempre um dos primeiros. Finalizou sua palestra advertindo os congressistas que devem “estudar com afinco, com responsabilidade de aprender sem reter conhecimento”.

    Para maiores informações a respeito do evento e sua programação, basta acessar o site: http://8conna.connaeventos.com.br.

    © 2017 Conselho Regional de Administração do Pará. Todos os Direitos Reservados. Desenvolvido por Prospecta Digital