Campos de atuação do administrador

O profissional de Administração conta com várias habilidades e competências no dia a dia de uma organização, o que faz com que o ele assuma diferentes responsabilidades na área. A necessidade de identificar um caminho a seguir com relação às atividades do campo de atuação deve ser pensado/inerente à vocação.

A formação em bacharelado garante ao profissional atuação generalista, mas com possibilidade de especialização na área. É o que acontece com a evolução da profissão nos mais variados setores da Administração que tornam o campo de atuação mais conhecidos – como, por exemplo, o RH, ou outras nem tanto como – Gestão de Facilities e da Saúde.

Recursos Humanos

Como prevê a Lei 4769/65, a área de RH é uma prerrogativa de atuação do administrador e que vem se desenvolvendo ao longo dos anos de forma menos mecânica e mais humanizada, com a priorização no fortalecimento do relacionamento entre funcionários e da gestão de pessoas. A área é responsável pela manutenção, suprimento e a extensão dos recursos humanos de uma empresa, além de estar voltado ao fator principal de qualquer organização – as pessoas. Mesmo desenvolvendo um trabalho interpessoal é necessário que a área seja cada vez mais tecnologia e instrutiva.

Gestão da saúde

O campo de atuação da Gestão da saúde abrange, entre outros pontos, à coordenação dos serviços de saúde e a elaboração de políticas públicas, como a administração de estabelecimentos, recursos financeiros e qualidade dos serviços prestados à população. A distribuição dos serviços ofertados também faz parte do campo de atuação da área.

Na última semana, o Conselho Federal de Administração (CFA) recebeu representantes da Organização Pan Americana de Saúde (OPAS) para discussão de um programa nacional de investimento em capacitação e desenvolvimento de profissionais para a gestão de saúde, além da criação de um indicador voltado para a área da saúde.

Gestão de Facilities

No país, a Gestão de Facilities cresce gradativamente com a expansão do mercado de trabalho voltado aos profissionais de Administração – a fim de assegurar que as necessidades de uma organização sejam atendidas na efetivação de tarefas e operações.  Cabe ao administrador – profissional habilitado para a atuação – traçar o planejamento estratégico com foco no conjunto de serviços necessários ao trabalho. O gestor de facilidades – como também é conhecido, é o profissional com visão global dos serviços a serem realizados e que direciona os trabalhos com gerenciamento de prioridades e soluções para eventuais problemas.

Ramos da Administração

O vice-presidente da autarquia, Rogério Ramos, lançou no ano passado um livro que apresenta 41 possibilidades de atuação na profissão. A obra considerada um guia da profissão destaca, ainda, a importância do conhecimento no aperfeiçoamento profissional.

“O mercado se modernizou e muitos ramos da administração surgiram, sendo essenciais para a realização de trabalhos especializados. É o que chamamos de gestão de atividades específicas, que se tornaram demandas de mercado – abrindo espaço para absorção em cargos de administrador e seguido de um formato composto de novas nomenclaturas”, completou.

Acesso o livro aqui.

Fechar Menu