Campos de atuação do administrador

O profissional de Administração conta com várias habilidades e competências no dia a dia de uma organização, o que faz com que o ele assuma diferentes responsabilidades na área. A necessidade de identificar um caminho a seguir com relação às atividades do campo de atuação deve ser pensado/inerente à vocação.

ATIVIDADES PRIVATIVAS:

Atividades típicas do Administrador, outros Bacharéis e Tecnólogos em determinada área da Administração: (artigos. 2º da Lei nº 4.769/1965 e 3º do Regulamento aprovado pelo Decreto nº 61.934/1967):

O Administrador, assim como os demais profissionais registrados nos CRAs exercerão a profissão como profissional liberal ou não, mediante:

• elaboração de pareceres, relatórios, planos, projetos, laudos;

• realização de perícias, arbitragens, assessoria e consultoria em geral, pesquisas, estudos, análises, interpretações, planejamento, implantação, coordenação e controle de trabalhos;

• exercício de funções e cargos de Administrador (somente quando for Bacharel em Administração) do Serviço Público Federal, Estadual, Municipal, Autárquico, Sociedades de Economia Mista, empresas estatais, paraestatais e privadas, em que fique expresso e declarado o título do cargo abrangido;

• exercício de funções de chefia ou direção, intermediária ou superior, assessoramento e consultoria em órgãos, ou seus compartimentos, da Administração Pública ou de entidades privadas, cujas atribuições envolvam principalmente, a aplicação de conhecimentos inerentes às técnicas de administração;

• magistério em matérias técnicas dos campos da Administração e Organização. Esclarecimento: Os Bacharéis e Tecnólogos em determinada área da Administração desenvolverão atividades de Administração restritas à sua formação no curso escolhido.

CAMPOS DE ATUAÇÃO:

Administração e Seleção de Pessoal / Recursos Humanos;

– Cargos e Salários

– Controle de Pessoal

– Coordenação de Pessoal

– Desenvolvimento de Pessoal

– Interpretação de Performances

– Locação de Mão-de-Obra

– Recrutamento

– Seleção

– Treinamento

Organização e Métodos;

– Administração de Empresas

– Análise de Métodos

– Análise de Processos

– Assessoria Administrativa

– Assessoria Empresarial

– Assistência Administrativa

– Auditoria Administrativa

– Consultoria Administrativa

– Controle Administrativo

– Gerência Administrativa e de Projetos

– Implantação de Controle e de Projetos

– Implantação de Estruturas Empresariais

– Implantação de Métodos e Processos

– Implantação de Planos

– Implantação de Serviços

– Organização Administrativa

– Organização de Empresa

– Organização e Implantação de Custos

– Perícias Administrativas

– Planejamento Empresarial

– Planos de Racionalização e Reorganização

Orçamento;

– Controle de Custos

– Elaboração de Orçamento

– Projeções e Previsões

Administração de Material / Logística;

– Administração de Estoque

– Assessoria de Compras

– Assessoria de Estoques

– Assessoria de Materiais

– Controle de Materiais

– Planejamento de Compras

– Logística

Administração Financeira;

– Análise Financeira

– Assessoria Financeira

– Assistência Técnica Financeira

– Consultoria Técnica Financeira

– Diagnóstico Financeiro

– Orientação Financeira

– Projeções Financeiras

– Projetos Financeiros

– Administração de Bens e Valores

– Administração de Capitais

– Controle de Custos

– Levantamento de Aplicação de Recursos

– Arbitragens

– Controle de Bens Patrimoniais

– Planejamento de Recursos

– Plano de Cobrança

– Projetos de Estudo para Financiamento

Administração Mercadológica / Marketing;

– Administração de Vendas

– Canais de Distribuição

– Consultoria Promocional

– Coordenação de Promoções

– Estudos de Mercado

– Marketing

– Pesquisa de Mercado

– Pesquisa de Desenvolvimento de Produto

– Planejamento de Vendas

– Promoções

– Técnica Comercial

– Técnica de Varejo

Administração da Produção;

– Controle de Produção

– Pesquisa de Produção

– Planejamento de Produção

– Planejamento e Análise de Custo

Desdobramentos ou Conexos.

– Administração de Consórcio

– Administração de Comércio Exterior

– Administração de Cooperativas

– Administração Hospitalar

– Administração de Imóveis/Condomínios

– Administração Rural

– Administração Hoteleira

– Factoring

 
A formação em bacharelado garante ao profissional atuação generalista, mas com possibilidade de especialização na área. É o que acontece com a evolução da profissão nos mais variados setores da Administração que tornam o campo de atuação mais conhecidos – como, por exemplo, o RH, ou outras nem tanto como – Gestão de Facilities e da Saúde.

Recursos Humanos

Como prevê a Lei 4769/65, a área de RH é uma prerrogativa de atuação do administrador e que vem se desenvolvendo ao longo dos anos de forma menos mecânica e mais humanizada, com a priorização no fortalecimento do relacionamento entre funcionários e da gestão de pessoas. A área é responsável pela manutenção, suprimento e a extensão dos recursos humanos de uma empresa, além de estar voltado ao fator principal de qualquer organização – as pessoas. Mesmo desenvolvendo um trabalho interpessoal é necessário que a área seja cada vez mais tecnologia e instrutiva.

Gestão da saúde

O campo de atuação da Gestão da saúde abrange, entre outros pontos, à coordenação dos serviços de saúde e a elaboração de políticas públicas, como a administração de estabelecimentos, recursos financeiros e qualidade dos serviços prestados à população. A distribuição dos serviços ofertados também faz parte do campo de atuação da área.

Na última semana, o Conselho Federal de Administração (CFA) recebeu representantes da Organização Pan Americana de Saúde (OPAS) para discussão de um programa nacional de investimento em capacitação e desenvolvimento de profissionais para a gestão de saúde, além da criação de um indicador voltado para a área da saúde.

Gestão de Facilities

No país, a Gestão de Facilities cresce gradativamente com a expansão do mercado de trabalho voltado aos profissionais de Administração – a fim de assegurar que as necessidades de uma organização sejam atendidas na efetivação de tarefas e operações.  Cabe ao administrador – profissional habilitado para a atuação – traçar o planejamento estratégico com foco no conjunto de serviços necessários ao trabalho. O gestor de facilidades – como também é conhecido, é o profissional com visão global dos serviços a serem realizados e que direciona os trabalhos com gerenciamento de prioridades e soluções para eventuais problemas.

Ramos da Administração

O vice-presidente da autarquia, Rogério Ramos, lançou no ano passado um livro que apresenta 41 possibilidades de atuação na profissão. A obra considerada um guia da profissão destaca, ainda, a importância do conhecimento no aperfeiçoamento profissional.

“O mercado se modernizou e muitos ramos da administração surgiram, sendo essenciais para a realização de trabalhos especializados. É o que chamamos de gestão de atividades específicas, que se tornaram demandas de mercado – abrindo espaço para absorção em cargos de administrador e seguido de um formato composto de novas nomenclaturas”, completou.

Acesso o livro aqui.