Conselheiros do CRA-PA se reúnem na 4ª reunião plenária do ano

Conselheiros do CRA-PA se reúnem na 4ª reunião plenária do ano

Na última terça-feira, dia 20 de abril, o CRA-PA realizou, por meio de conferência on-line e também de forma presencial, sua quarta reunião plenária do ano.

A sessão foi conduzida pelo presidente da entidade, Fábio Lúcio de S. Costa, e contou com a participação da vice-presidente, Delma Lopes de Oliveira; dos conselheiros Hermes da Silva Feitosa, Ivaldo Ferreira de Melo Junior, Danielle Cristina Gonzaga Corrêa, Hinton Hennington Portilho Bentes Neto, Vera Ruth de Carvalho Fidalgo, Cláudio da Silva Bittencourt Júnior, Gilson Oliveira Reis e Caetano Candido dos Reis Neto.

Na ocasião, foram discutidos, entre outros temas, o relatório contábil e financeiro do mês de março, a realização de eventos on-line, digitalização e guarda de documentos e homologação de processos. Também foi tratado sobre a evolução dos trabalhos da autarquia no primeiro trimestre.

Na plenária foram apresentados pelo diretor administrativo e financeiro, Hermes Feitosa, todos os dados financeiros da entidade, fazendo o comparativo das receitas e despesas e os valores pagos pelos registrados, pessoa física e jurídica, referente a anuidade 2021, com ênfase para a diminuição dos índices de inadimplência e a redução das despesas do Regional. Já referente a geração líquida de caixa comparando as contas dos três primeiros meses, em relação ao mesmo período do ano de 2020, o CRA-PA apresentou um crescimento de 330%, apesar do período de pandemia e estagnação da economia, relatou o coordenador da comissão de tomada de contas, Ivaldo de Melo Jr.

O presidente Fábio Lúcio ressaltou que desde quando assumiu a presidência da entidade, vem implementando uma gestão mais participativa e incrementando medidas para a sustentabilidade financeira. “A ideia das nossas plenárias é que todos presentes possam dar sua contribuição, inclusive nas ações que forem traçadas. O resultado vem se consolidando devido a participação e tomadas de decisões mais coletivas que estão fortalecendo nossa profissão e deixando a gestão muito mais democrática e ágil”, pontuou.